TupyDesign

Projetos

São muitas as redes e projetos nos quais estou envolvido ou que sou o idealizador. Alguns já executados, outros em andamento e outros em fase de elaboração e captação de recursos. Todos envolvendo educomunicação e sustentabilidade.

Em realização

O programa Horizonte Oceânico Brasileiro (HOB) impulsiona a formação de capacidades inter-redes, sobretudo dos membros do PainelMar, para atuação na interface entre conhecimento (científico e local) e políticas públicas; enfatizando a criação de oportunidades para o protagonismo de profissionais em início de carreira bem como o tema da governança inclusiva da implementação do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável No.14, especialmente de políticas públicas de ordenamento territorial costeiro e marinho (ex., áreas marinhas protegidas, planejamento espacial marinho e outras medidas efetivas de conservação baseadas em área).

 

Educom.Cine: Audiovisual, Educação e Cidadania (2020/21)
Em sua sexta edição (desde 2015) promove ações de educomunicação com foco na Alfabetização Midiática e Informacional (AMI), em especial a alfabetização audiovisual da comunidade formada pela Escola Básica Municipal Albertina Madalena Dias (EBMAMD), de Florianópolis/SC. Serão produzidos vídeos em oficinas formadas por equipes de alunos, professores, integrantes da comunidade escolar e profissionais/oficineiros. Os vídeos resultantes serão publicados no blog e nas redes sociais da escola. Também serão exibidos na escola, em festivais de cinema escolar e em mostras promovidas pela prefeitura e outros parceiros. As produções serão pautadas por vivências socioambientais de troca de experiência dentro das temáticas de interesse dos alunos e da comunidade, sempre relacionadas aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Compreende assim três linhas de ação integradas:

A) formação da comunidade escolar;

B) produção e difusão da cultura audiovisual local e escolar;

C) vivências socioambientais de intercâmbio de experiências.

Pretende-se que a expressão criativa e comunicativa dos estudantes e de suas comunidades possa ser ouvida
em suas próprias localidades, e também divulgada em canais virtuais com potencial de alcance global (numa dinâmica glocal).

 

Em construção

EcoEducom: Ecossistemas em rede

A Ecocidadania e a Educomunicação Socioambiental são os conceitos centrais que emprestam suas iniciais ao projeto EcoEducom. Essa iniciativa pretende promover o desenvolvimento humano integral, preparando jovens e adolescentes para o exercício da ecocidadania, a promoção dos direitos humanos, em especial o direito à comunicação, e a qualificação para o acesso ao trabalho. Trata-se de um projeto em educação, entendida aqui como estratégia de enfrentamento às desigualdades e de articulação entre os atores da sociedade civil, poder público e iniciativa privada. Envolve 11 municípios da costa dos estados de Santa Catarina, São Paulo e Rio de Janeiro.

O projeto foi aprovado no edital Petrobrás Socioambiental em 2018, ficando entre os 60 projetos contemplados, mas não foi executado pela financiadora. Aguarda novas oportunidades para sair do papel.

Bairro Bioagradável

Projeto alicerçado na promoção da cidadania socioambiental local, mas conectado com as demandas globais por meio dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e o conceito de Bairro Inteligente Aprendente (Smart Neighbourhood Learning), que surgem a partir das diretrizes discutidas pela Organização das Nações Unidas (ONU). Como elemento de conexão entre os atores locais e as demandas globais (dinâmica glocal), propomos ações de mobilização dos diversos setores sociais em torno da formação de um grupo de governança local, que será apoiado por ações de educomunicação vinculadas à escola municipal localizada no bairro. Essa estratégia objetiva a criação de um ecossistema educomunicativo onde a cidadania socioambiental pode ser implementada e desenvolvida com mais capilaridade dentro do bairro Vargem Grande, em Florianópolis. 

 

Já realizados

O Projeto Babitonga Ativa foi concebido pelo Coletivo Memórias do Mar e executado pela Universidade da Região de Joinville (Univille), com recursos garantidos pela 6ª Vara Federal em termo de ajustamento de conduta originado de multa ambiental. O projeto atuou na formação do Grupo Pró-Babitonga (GPB), que segue atuante na região buscando a gestão compartilhada da baia. No seu período de três anos de execussão (2015 – 2017), promoveu uma Agenda Integrada de Ecocidadania que contemplou três ciclos de oficinas de Educomunicação Socioambiental, coordenados pelo educomunicador Rafael Gué Martini.

 

Atuação junto ao Coletivo Memórias do Mar (CMM) como consultor em educomunicação do Projeto Meros do Brasil, no período de 2012 a 2014. Participação na Cúpula dos Povos, durante a Rio+20 no Rio de Janeiro, na formação de equipe que integrou a Expedição Memórias do Mar em 2013.

 

 

Pin It on Pinterest