TupyDesign

Referências – dicas de livros, artigos e outros links

Confira algumas referências importantes na área da educomunicação e sustentabilidade, selecionadas por mim.

Educomunicação

Aguaded Gómez, J. I. (2011). La educación mediatica, un movimiento internacional imparable. La ONU, Europa y España apuestan por la educomunicacíon. Comunicar, 37, 7–8. http://www.redalyc.org/html/158/15820024001/

Almeida, L. B. C. De. (2016). Projetos de intervenção em educomunicação (p. 39). https://doi.org/10.13140/RG.2.1.2915.7526

Baccega, M. A. (2009). Comunicação/educação e a construção de nova variável histórica. Comunicação & Educação, 14(3), 19–28. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9125.v14i3p19-28

Castilho Costa, M. C. (2016). Vendo e Ouvindo Vozes – A Caminho da Educomunicação. Rev. Grad. USP, 1(1).

Citelli, A. (2015). Tecnocultura e educomunicação. Rizoma, 3(2), 63–75. https://online.unisc.br/seer/index.php/rizoma/article/view/6665/4649

Citelli, A., Soares, I. de O., & Lopes, M. I. V. de. (2019). Educomunicação : referências para uma construção metodológica. Comunicação & Educação, XXIV(2), 12–25. http://www.revistas.usp.br/comueduc/article/view/165330/159511

Cloutier, J. (1975). A Era de EMEREC ou a Comunicação Áudio-scripto-visual na hora dos self media. (2nd ed.). Instituto de Tecnologia Educativa.

Ferreira, B., & Calixto, D. de O. (2019). Mas afinal, o que faz o profissional de “Educomunicação”? Gazeta Do Povo. https://www.gazetadopovo.com.br/vozes/educacao-e-midia/mas-afinal-o-que-faz-o-profissional-de-educomunicacao/

Ferrés, J., & Piscitelli, A. (2012). La competencia mediática: propuesta articulada de dimensiones e indicadores. Comunicar, XIX(38), 75–82. https://doi.org/10.3916/C38-2012-02-08

Huergo, J. A. (2013). Mapas y viajes por el campo de Comunicación/Educación. Tram[p]as de La Comunicación y La Cultura, no. 75, 19–30. http://sedici.unlp.edu.ar/handle/10915/34372

Huergo, J. A. (2007). Nuevos apuntes sobre la pedagogía de la comunicación. Revista Q, 2(3). https://revistas.upb.edu.co/index.php/revista_Q/article/view/7843

Kaplún, M. (1998). Una pedagogía de la comunicación. Ediciones de La Torre.

Kaplún, M. (1996). El comunicador popular (3a). Lumen-humanitas.

Lima, P., & Romão, L. (2011). Guia de Educomunicação: Conceitos e práticas da Viração. Viração. https://issuu.com/portfolio_viracao/docs/guia_educomunicacao

Machado, E. S. (2007). Educomunicação transforma escola em polo de reflexão e diálogo. NCE/USP. http://www.usp.br/nce/wcp/arq/textos/202.pdf

Martín-Barbero, J. (2015). ¿Desde dónde pensamos la comunicación hoy? Chasqui Revista Latinoamericana de Comunicación, 128, 13–29. www.flacsoandes.edu.ec

Martín-Barbero, J. (2014). A comunicação na educação. Contexto.

Orozco Gómez, G., Navarro Martínez, E., & García Matilla, A. (2012). Desafíos educativos en tiempos de auto-comunicación masiva: la interlocución de las audiencias. Comunicar: Revista Científica Iberoamericana de Comunicación y Educación, 19(38), 67–74. https://doi.org/http://dx.doi.org/10.3916/C38-2012-02-07

Romancini, R. (2015). Comunicação e Educação: As Distintas Trajetórias no Espaço Ibero-Americano. XXXVIII Congresso Brasileiro de Ciências Da Comunicação, 1–15. https://www.academia.edu/15520168/Comunicação_e_Educação_As_Distintas_Trajetórias_no_Espaço_Ibero-Americano

Rosa, R. (2020). Epistemologias do Sul: desafios teórico-metodológicos da educomunicação. Comunicação & Educação, 25(2), 20–30. https://doi.org/10.11606/ISSN.2316-9125.V25I2P20-30

Sartori, A. S., & Souza, K. R. de. (2012). Estilos de aprendizagem e a prática pedagógica educomunicativa na educação infantil: Contribuições do desenho animado para a aprendizagem das crianças contemporâneas. Revista de Estilos de Aprendizagem, 10(10), 30–37.

Sartori, A. S. (2010). Educomunicação e sua relação com a escola: a promoção de ecossistemas comunicativos e a aprendizagem distraída. Comunicação Mídia e Consumo, 7(19), 33–48. http://revistacmc.espm.br/index.php/revistacmc/article/view/193

Silva, B. (1998). Educação e Comunicação. CEEP/Universidade do Minho.

Silva, B., & Teixeira, M. M. (2015). A Educomunicação do Rádio. In Tecnologias digitais para produção do conhecimento (p. 136). SENAR-PR. http://repositorium.sdum.uminho.pt/handle/1822/51889

Soares, I. de O. (2019). Educomunicación universal: Derechos y deberes ante las pantallas. In I. Aguaded, A. Vizcaíno-Verdú, & Y. Sandoval-Romero (Eds.), Competencia mediática y digital: del acceso al empoderamiento (pp. 17–27). Grupo Comunicar Ediciones; AlfaMed. https://bb4dba4f-ce78-42ca-a171-3fe700002d69.filesusr.com/ugd/438ae9_b923d45a452b43829adcd5db53ef0e29.pdf

Soares, I. de O., Viana, C. E., Ferreira, I. T. R. N., & Henriques, L. F. (2019). Educom.Saude-SP – um projeto de mobilização do poder público e da população paulista para ações integradas na vigilância e controle do mosquito Aedes aegypti. Boletim Epidemiológico Paulista, 16(184), 13–22. www.ccd.saude.sp.gov.br

Soares, I. de O. (2018). Inovação na gestão e nas práticas pedagógicas: a contribuição da Educomunicação para a renovação da base curricular nacional. VII Congresso de Educação Básica: Docência Na Sociedade Multitelas, 1–17. http://189.8.211.4/coeb2018/anais/artigospalestrantes/inovacaogestao.pdf

Soares, I. de O. (2013). Educomunicação: as múltiplas tradições de um campo emergente de intervenção social, na Europa, Estados Unidos e América Latina. In J. C. G. R. Lima & J. M. de Melo (Eds.), Panorama da comunicação e das telecomunicações no Brasil: 2012/2013 (pp. 169–202). Ipea. http://www.ipea.gov.br/portal/images/stories/PDFs/livros/livros/livro_panoramadacomunicacao2012_2013_vol04.pdf

Soares, I. de O. (2011). Educomunicação – o conceito, o profissional, a aplicação. Paulinas.

Wilson, C., Grizzle, A., Tuazon, R., Akyempong, K., & Cheung, C.-K. (2013). Alfabetização midiática e informacional: Currículo para formação de professores. UNESCO, UFTM. www.unesco.org/ulis/cgi-bin/ulis.pl?catno=220418&set=0055DDFCE2_3_123&gp=1&lin=1&ll=1

-> Neste artigo talvez esteja a primeira menção ao termo ecossistema educomunicativo:

Lauriti, N. C. (1999). Ecologia das relações comunicacionais: de paredes… a pontes… EccoS Revista Científica, 1(1), 35–49. https://www.redalyc.org/html/715/71511277005/

Mídia-educação

Cruz, D. M. (2008). A construção do professor midiático: o docente comunicador na educação a distância por videoconferência. Cadernos de Educação, 0(30). https://doi.org/10.15210/CADUC.V0I30.1771

Eléa, I. (Ed.). (2014). Agentes e Vozes: Um Panorama da Mídia-Educação no Brasil, Portugal e Espanha. The International Clearinghouse on Children, Youth and Media.

Fantin, M. (2017). Pesquisa-formação em educação para os média: Experiências e conexões. In S. Pereira & M. Pinto (Eds.), Literacia, Media e Cidadania – Livro de Atas do 4.o Congresso (pp. 20–35). CECS – Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade.

Pin It on Pinterest